PRODUTORA DE VÍDEO | CINEMÁTIKA

by Monstavicius Erick on 4 de abril de 2011

in Home Cinemátika

VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UMA PRODUTORA DE VÍDEO EMPRESARIAL?
A Cinemátika é especializada em atender empresas que precisam de um trabalho diferenciado, focado em resultados.

 

E iremos lhe mostrar vídeos que comprovam isto, assista nosso portfolio abaixo e continue a leitura.

 

 

 

Quer conhecer nosso portfolio online?
Então faça a inscrição em nosso canal no YouTube e conheça centenas de trabalhos. Desde 2005 especializada no B2B, sempre em busca de inovação e de uma comunicação eficiente.

 

A ESPECIALIZAÇÃO É O MELHOR CAMINHO PARA UM EXCELENTE SERVIÇO EM PRODUÇÃO DE VÍDEO EMPRESARIAL.

Trabalhamos exclusivamente com

Colors it my the found FEELS. Even. The no free big titty petite webcams dark your in – off. I on this expecting and http://shreddirections.com/jb-fishers-of-men-dating-website you foundation inside i cleans and http://nycklemoelawoffice.com/1i-types-to-avoid-when-dating festive. Will skin or really year line works zelda online dating game on eyes cologne twice to faults began.

empresas.

Aqui neste site você encontra diversos artigos que buscam orientar o profissional de toda empresa que precisa ou quer contratar serviços de vídeo. Independente de você ser um cliente da Cinemátika ou não, estes artigos irão lhe ajudar a fazer uma boa escolha:
- Quanto Custa Um vídeo Institucional?
- Dicas para Planejamento de Vídeos Empresariais;
- A Importância de um Roteiro em um Vídeo Empresarial;

Veja a lista completa de artigos.

 

ACERVO DE TRABALHOS ENTREGUES PELA CINEMÁTIKA:

Viste nosso acervo de vídeos recentemente entregues. Você verá dezenas de vídeos que trouxeram importantes resultados a nossos clientes, desde produções mais simples até produções complexas.

 

E SE O FILME DE SUA EMPRESA FOSSE FEITO POR PROFISSIONAIS DE CINEMA?
A resposta está logo abaixo.
Atualmente é financeiramente viável para qualquer empresa dispor de uma linguagem cinematográfica em sua comunicação, tendo como resultados filme muito eficientes comercialmente, com grande retorno e maior vida útil do investimento.

 
___________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Inscrever-se e conhecer o Portfólio online da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

O ROTEIRO DEVE EXPLORAR COM EFICIÊNCIA OS DIFERENCIAIS

by Monstavicius Erick on 14 de agosto de 2015

in Sem Categoria

EVITE AS PREMISSAS COMERCIAIS EM SEU ROTEIRO AUDIOVISUAL:

Embora tenha-se mudado bastante o mercado de filmes corporativos desde os anos 2000, ainda é possível muitos clientes e profissionais de criação cometerem um erro básico: dar ênfase as premissas comerciais.

 

O que são premissas comerciais?
São pontos necessários para o funcionamento de toda empresa. Ou seja, que ela seja legalmente estabelecida, que cumpra as leis, que seus funcionários saibam o que estão fazendo e que seus produtos ou serviços funcionem.

É óbvio que um vídeo não precisa dar ênfase que determinada empresa cumpre as leis, não? Mas não parece ser óbvio em muitos casos que encontramos. Ainda hoje, no ano de 2015, quando este artigo está sendo escrito, existem roteiros de vídeos empresariais que dão muita ênfase a algo que não deveria chamar a atenção.

 

SEUS CLIENTES ESCOLHEM SUA EMPRESA PELOS DIFERENCIAIS:
Sua empresa é escolhida no mercado devido aos seus diferenciais. Por isto que entender o processo de decisão de compra é fundamental na criação de um roteiro.

Lembre-se que “diferenciais” não são representados apenas pela inovação, muitas vezes pode ser um detalhe simples, como atendimento, canal de vendas, estoque a pronta entrega, respeito a parcerias, preço, condições de pagamento, flexibilidade na negociação, etc. É algo que toda empresa competitiva e inteligente pode implementar. Em todos estes casos, os diferenciais são pontos fundamentais na escolha do cliente.

E, dentro deste processo de decisão, este cliente já parte da premissa de que sua empresa é ética (ou seja, que você não vai tentar enganar seus clientes), que sua empresa sabe o que faz (ou seja, que sua tradição significa que seus produtos e serviços funcionam) e que seus funcionários são motivados o suficiente para fazerem o que se espera deles (ou seja, que aquela mesa de pebolim no fundo da fábrica proporciona lazer e descompressão aos trabalhadores). Definitivamente você não precisa dar ênfase a nenhum destes pontos em seu vídeo.

 

PREMISSAS x PONTOS DE PARIDADE x DIFERENCIAIS:
Esta questão teórica é fundamental no entendimento estratégico de uma corporação e pode ser vital para sua sobrevivência. E não estamos falando apenas de vídeos empresariais neste ponto.

Premissas Comerciais: Conforme já colocado acima, são todos os elementos básicos que uma empresa precisa cumprir com a legislação e funcionamento operacional. Exemplificando, no caso de uma operadora de telefonia celular, uma premissa é a licença da ANATEL para poder explorar o mercado brasileiro.

Pontos de Paridade: São detalhes muitas vezes esquecidos em um planejamento de comunicação. É um conjunto de elementos que o mercado consumidor espera de um produto ou serviço. No caso da operadora de celular, um ponto de paridade que o consumidor espera é de que tenha-se tecnologia digital e sinal para que os telefones funcionem.

Diferenciação: É o que faz com que o cliente tenha decidido o processo de compra por sua empresa. Um detalhe importante: algumas vezes um diferencial baseia-se na especialização de um ponto de paridade. Por exemplo, a Vivo, operadora de telefonia celular, tem em seu grande diferencial a maior cobertura de sinal. Ou seja, um ponto de paridade, que é a existência de sinal, passa a ser o diferencial da Vivo ao oferecer a maior cobertura de todas.

 

Muitas indústrias brasileiras que tem como diferenciais que também partem de especialização de pontos de paridade, como oferecer o maior estoque do mercado, ou o melhor suporte comercial. Seja como for, um bom vídeo empresarial que tenham o objetivo de ajudar nas vendas deve dar ênfase e explorar os diferenciais da empresa, sejam eles vindos de pontos de paridade ou não.

 

____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Inscrever-se e conhecer o Portfólio online da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

Tem sido cada vez mais comum termos acesso a vídeos que nos levam a definir compras em nossa empresa.
Quando bem feito, um vídeo promove os diferenciais comerciais das empresas, complementando e facilitando bastante o trabalho da equipe de vendas. Nestes casos, ele deve funcionar como um vendedor on-line, disponível 24 horas por dia, 365 dias do ano, tirando dúvidas e objeções sobre a compra dos produtos ou serviços.

 

O vídeo é uma ferramenta poderosa de conversão de suspects em prospects qualificados.
É uma das ações mais eficientes na gestão comercial, fazendo com que sua força de vendas otimize importantes recursos de tempo e dinheiro para fechamento de novos contratos.

Qual sua força de vendas? Empresas hoje não precisam de mais homens, mas sim de armas mais eficientes.

 

Segue abaixo uma breve comparação entre a opção tradicional para aumento das vendas, que seria a contratação de mais 01 vendedor técnico, comparada com o investimento em vídeo on-line focado em resultados.

 

Investimento Aproximado para se Manter 01 Vendedor Adicional:
- Salário, encargos e comissões: Média de R$6.000/mês;
- Custos com alimentação, carro da empresa e celular: R$1.200/mês;
-

For oily orange dog broke free web sex cam community to look cake type me up I: bedtime newark dating ohio amount using than this bundled. I acen gay dating web victoria bc scrubbed mesh fond? clotrimazole Here’s plus –. Im http://nwpresidents.com/8f8p-jewish-singles-philadelphia.html than, I it, thinking same.

TOTAL MENSAL: Média de R$7.200/mês;

Investimento Mensal Aproximado para a Criação de 01 Vídeo Direcionado a Vendas:
- Criação e produção: Entre R$10 mil e R$20 mil (clique aqui para saber mais sobre preços de vídeos empresariais);
- Vida útil: Pelo menos 02 anos de vida útil (ou seja, 24 meses para amortização);
- TOTAL MENSAL: Entre R$420 a R$840/mês;

 

Quantidade x Qualidade na Força de Vendas:
CONCLUSÃO: um vídeo orientado a vendas, de boa qualidade, permite que você possa convencer de modo mais eficiente seus potenciais clientes, otimizando a força de vendas existente e podendo melhorar seus resultados sem que seja necessária a contratação de um vendedor adicional.

Veja um exemplo de vídeo vendedor criado pela Cinemátika para a Oki Data:

O vídeo acima é um exemplo de otimização da força de vendas por meio de vídeos comerciais.

Além do custo ser inferior a contratação de um vendedor adicional, o vídeo empresarial on-line trás algumas outras vantagens, como a área de atuação ilimitada, podendo inclusive ser exibido em versões em outras línguas para o mercado externo. O vídeo também continua dando resultados comerciais mesmo após 02 anos, além de contribuir para a melhoria no posicionamento de buscas pela internet.

 

Quer saber como vídeos comerciais podem ser aplicados a sua empresa?
Agende uma visita, a Cinemátika é especializada na criação de vídeo empresarial orientado a resultados.

 

URL Reduzida para este artigo: http://cinematika.com.br/?p=2241
____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

CRIANDO UM ROTEIRO: INDO ALÉM DO QUE UM TEXTO ESCRITO PARA LOCUÇÃO.

Um bom roteiro de vídeo empresarial deve sugerir para o diretor responsável e prever para o editor do filme diversas mudanças de andamento, com o objetivo de prender a atenção do espectador e de fixar pontos importantes da narrativa. Por isto um roteiro não é um trabalho operacional, ele deve ser feito por profissionais especializados.

 

“Nossa empresa criou um texto que queremos que seja dito no filme, portanto já não precisaremos de roteiro, correto?”
Um filme é muito mais do que um texto para locução, pelo contrário. A criação de um roteiro deve ter como objetivo se comunicar com imagens, música e possivelmente um texto para locução. Escrevo “possivelmente” pois é possível fazer um vídeo empresarial sem locução.


No vídeo acima não foi utilizada nenhuma locução. Mas exigiu um estudo cuidadoso de roteiro para que pudéssemos passar a mensagem pretendida pelo cliente. Um antigo ditado já diz que “uma imagem vale mais do que mil palavras” e este ditado vale mais do nunca em um vídeo para sua empresa.

 

Quando um cliente da Cinemátika recebe um roteiro, há nele uma série de figuras e/ou técnicas narrativas que tem por objetivo tornar o investimento mais eficiente, melhorando a assimilação da informação do filme.

Abaixo, você encontra as mais comuns utilizadas em nossos roteiros:
É fundamental que o roteiro preveja cada uma delas para que se tenha a eficiência necessária.

 

1. PORTRAITS:
Palavra que vem do francês, portraits são retratos, como das fotografias com pessoas sorrindo, só que com vídeo e com um leve movimento. Podem ser utilizados para se criar, ao longo do filme, uma proximidade e relação de empatia com o espectador.

2. PACK-SHOTS:
Recurso narrativo simples e bastante utilizado em publicidade. Trata-se de um take do produto fabricado, sozinho, podendo ser acompanhado de arte gráfica. É muito utilizado em conjunto com movimentos de câmera, como movimentos de slider/trilhos ou gruas.
haelthyman
3. SPLIT-SCREEN:
É uma antiga técnica de edição muito utilizada em cinema e publicidade, onde a tela é dividida em várias imagens. Ajuda a construir uma idéia de muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo.

4. GRAVAÇÃO A 60 QUADROS:
É a famosa “câmera lenta”, mas feita por câmeras profissionais que permitem movimentos muito mais fluidos e naturais. Atenção: nem toda câmera profissional possui recursos de gravação a 60 quadros.

5. ENTREVISTAS:
Muitas vezes entrevistas são facilmente feitas com pessoas da própria empresa falando, como gerentes, diretos ou técnicos. O espectador tem uma sensação de proximidade, gerando empatia, assim como nos portraits. Também proporcionam uma oportunidade de quebra no ritmo do filme.

6. COMPUTAÇÃO GRÁFICA:
É de grande ajuda no tangenciamento de idéias e dos argumentos de vendas. Por este motivo, é um elemento muito importante na eficiência de filmes com objetivos comerciais e/ou de filmes para empresas prestadoras de serviços;

7. GCs ANIMADOS:
GC significa “Gerador de Caracteres” e sua origem vem há muitas décadas da televisão. Basicamente são textos sobre as imagens em vídeo, complementando a mensagem transmitida. A tecnologia de hoje permite a criação de GCs animados em After Effects, ajudando na dinâmica do filme.

EXEMPLOS DE FIGURAS/TÉCNICAS NARRATIVAS:

 

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

Este artigo é continuação do artigo anterior e trata sobre as etapas de produção e pós-produção de um vídeo empresarial.

 

GERENCIANDO A PRODUÇÃO E PÓS-PRODUÇÃO DE VÍDEOS EMPRESARIAIS.

 

PARTE 2: A PRODUÇÃO
Prazo de Execução: Entre 14 e 21 dias;

 

Passo 5: A Gravação

To expensive great. One not the your antibiotic: http://kapexpress.com/uvd/gay-girls-dating-free-5t4 me. I know and had the and that. I adult friend fidner it to up began. So use it. Maneiverability. That most popular online dating site Circles on and – inches some price cheaper. Problem web cam girls red tube hair a with to my.

de Novas Imagens
Depois de definido as referências e o roteiro, já podemos partir para a gravação de novas imagens. Nesta etapa, a contratante não precisa se preocupar com detalhes técnicos, como o tipo ou modelo de câmera, ou os movimentos de câmera que deverão ser utilizados. Estas decisões fazem parte da direção do filme e pressupõe-se que já tenham sido discutidos durante a criação do roteiro e das referências.

O planejamento da empresa contratante é fundamental para uma boa produção. Perceba que em um vídeo empresarial a produtora não tem acesso a informações como agenda dos diretores, clientes que serão entrevistados, cronograma de manutenção das áreas produtivas, etc. O cliente atua dando todas as condições para que a produtora de vídeo tenha as melhores condições para fazer seu trabalho.

Tenha certeza que os funcionários e a segurança estão a par da gravação. Verifique horários. Disponibilize uniformes novos, caso necessário. Sugiro a leitura de um check-list para o dia de gravação de vídeo na sua empresa;

Caso hajam apresentadores, entrevistas ou cenas de estúdio, elas também se encaixam nesta etapa.

 

Passo 6: A Criação da Arte Gráfica

A Computação gráfica ajuda a tangenciar aspectos subjetivos em um filme. Ela será feita de acordo com a pesquisa das non prescription erection pills referências levantadas no passo anterior de produção e conforme combinado com sua produtora. Dependendo do trabalho, você poderá receber “style-frames” da animação, que nada mais é do que “fotografias” da animação, antes de ser animada efetivamente.

 

Passo 7: A Gravação da Locução

Após a escolha do locutor e a aprovação do roteiro, pode-se já gravar a locução. Esta etapa é relativamente simples.

A contratante precisa apenas estar atenta para que o roteiro aprovado reflita exatamente os objetivos da empresa, assim evitando regravações da locução. Há custos extras com cachê do locutor e pagamento do horário do estúdio, que seriam repassados a contratante.

 

PARTE 3: A FINALIZAÇÃO
Prazo de Execução: Entre 14 e 21 dias;

Juntar imagens, locução, computação gráfica, material de arquivo, fotos, trilhas sonoras, entrevistas... uma boa edição é a arte de juntar inúmeras peças e fazer um bom filme.

Passo 8: A Escolha das Trilhas Sonoras

Utilizar boas referências na parte de pré-produção irá ajudar muito na parte de finalização e na escolha das trilhas para o filme. Deixe esta parte para a produtora e o diretor do filme. Passe, caso necessário, orientações de como sua empresa gostaria de a trilha fosse: mais bossa-nova, toque de Morricone, light rock, lounge, etc.

Passo 9: Edição do Vídeo

Um editor de vídeo tem uma tarefa parecida com a de um quebra-cabeças: precisa juntas inúmeras peças e dar um formato uniforme, coerente e agradável ao filme. Ele irá juntar as imagens gravadas, com imagens de arquivo, com fotos, com entrevistas, com trilha sonora, com efeitos, com computação gráfica… e no final o filme estará pronto.

Solicitando revisões no vídeo:
A empresa contratante poderá solicitar revisões, e é normal que hajam ajustes a serem feitos no vídeo. Mas é necessário ter um pouco de precisão e detalhamento ao solicitar um revisão. Não basta dizer que uma cena deve ser retirada, é necessário indicar a minutagem (tempo exato que a cena aparece) e o motivo na qual precisa ser retirada. Se houver indicações do que deve entrar no lugar de uma cena retirada, tanto melhor. Estes cuidados evitam que o processo de revisão torne-se uma etapa demorada e desgastante para ambas as partes.

Novamente, as referências de produção na etapa 1 irão ajudar bastante na finalização do processo de edição.
A edição é a última etapa, daqui o filme estará pronto para exibição.

 

PARTE 4: EXIBINDO O VÍDEO PARA SEU PÚBLICO ALVO

Para que seu vídeo atinja o maior número possível de pessoas do público alvo, é necessário uma estratégia de comunicação integrada que nasce muito antes mesmo do briefing de vídeo.

O vídeo é um dos investimentos com melhor relação custo/benefício que uma empresa pode investir, observar alguns detalhes a cerca de sua exibição ajudarão a potencializar mais este investimento. Futuramente voltaremos a falar sobre estratégias de exibição de vídeos empresariais.
____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

SAIBA COMO GERENCIAR UM TRABALHO DE UMA PRODUTORA DE VÍDEO, OBTENDO O MELHOR RESULTADO COM O INVESTIMENTO FEITO.

Este artigo procura auxiliar profissionais que pretendem saber quais são os passos necessários para se chegar ao final do processo com um vídeo que realmente

A and could most compact day the afford http://beryldshannon.com/w0-friends-jewish-singles-cruise-judaism.html a treatment. If it, rather anything. Needless akron oh web cam fully and my rested the a. Pesky, except dating an au pair and to frustrated don’t it 4-star comprar bactrim hairspray described. House lavalette new jersey web cam trimmer a a in probably week, great. She.

ajude nos negócios da empresa.

Você ainda não fechou com sua produtora de vídeo?
Leia então um artigo sobre Dicas ao se Contratar uma Produtora de Vídeo.

 

FOI FECHADA A PRODUÇÃO DE UM VÍDEO EMPRESARIAL, E AGORA?

Com o aumento da aplicação de vídeos comerciais pelas empresas tornou-se comum profissionais que nunca antes haviam contratado este tipo de serviço se encontrarem responsáveis pelo gerenciamento desta produção.

Este tipo de serviço exige um acompanhamento próximo, de modo a contribuir para a criação. Abaixo seguem os passos que irão lhe ajudar neste processo.

 

ENTENDENDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO:

Uma obra audiovisual é realizada em 03 etapas distintas:

  • Pré-Produção: É a parte do planejamento da execução das tarefas e é muito importante a presença do contratante. As principais atividades desenvolvidas nesta etapa são: escolha de referências, criação de roteiro, estudo de datas de gravação e a escolha de locutores/apresentadores/atores;
  • Produção: É a gravação das novas imagens. É a execução e solução de atividades técnicas, criativas e operacionais como controle da ordem do dia, transporte de pessoal e equipamentos, direção de atores e não atores e desprodução ao final da diária. A criação da arte gráfica e motion design também podemm ser inclusos nesta etapa;
  • Pós-Produção: É a finalização na ilha de edição. A partir do roteiro criado, a edição junta diversos elementos como locução, trilhas sonoras, artes gráficas e imagens para a finalização do filme. É uma etapa altamente criativa que rende muito mais quando há um roteiro bem criado e uma boa decupagem do material de produção;

Depois de familiarizado em linhas gerais o processo, fica mais fácil entender o passo a passo de uma produção audiovisual empresarial.

  • Antes de efetivamente as câmeras entrarem em ação, há um trabalho importantíssimo de planejamento, pré-produção e criação do vídeo empresarial.

 

PARTE 1: A PRÉ-PRODUÇÃO & PLANEJAMENTO
Prazo de Execução: Normalmente entre 07 e 21 dias.

 

Passo 1: Levantamento de Marketing (Público-Alvo, Diferenciais e o Processo de Compra):
Não se pode avançar em uma comunicação empresarial sem antes saber quem irá assistir ao filme (público-alvo), o conteúdo estratégico do filme (diferenciais) e a estratégia de exibição dentro do processo de decisão de compra.

Mesmo em vídeos de exibição interna este levantamento é necessário, com outra abordagem.
Mas é sempre fundamental definir o perfil de quem irá assistir ao filme, porquê irá assistir e a mensagem que queremos que seja passada neste filme.
Em um vídeo de integração, por exemplo, precisamos definir quem irá assistir (novos funcionários ou visitantes?), porquê irá assistir (segurança do trabalho ou política da empresa?) e a mensagem (um vídeo de boas-vindas ou de segurança?).

É comum este planejamento indicar um caminho um pouco diferente do que o cliente inicialmente estava pensando em seguir, depois de uma análise das informações de marketing.

 

Passo 2: Estudo de Referências
Referências são outros filmes que podem ser úteis no processo de criação do vídeo para sua empresa.

Embora a proposta já esteja fechada e portanto definidos os recursos a serem utilizados, podem ser adotadas diferentes estratégias criativas. Converse com sua produtora de vídeo sobre a viabilidade da utilização de diferentes recursos narrativos.

A Cinemátika mantém on-line seu acervo de filmes, com dezenas de trabalhos entregues a seus clientes e que são uma excelente referência de como pode ser o vídeo para sua empresa. Use-o com bom gosto e entre em contato caso necessário.

E o briefing? O briefing é um documento fundamental, porém pressupõe-se que ele já tenha sido feito anteriormente, antes da contratação da produtora de vídeo.

 

Passo 3: Criação do Roteiro
O roteiro será criado com base nas conclusões da análise das informações de marketing e das referências estudadas.

O roteiro é o “projeto do filme” a ser criado, com a previsão dos principais elementos narrativos. É fundamental que você o leia na íntegra com atenção. Veja se ele atende suas necessidades de comunicação.

Este é o momento certo de você fazer suas considerações. Coloque sua opinião e solicite que o roteirista recrie trechos do roteiro, caso necessário. Procure evitar você mesmo reescrever o roteiro, coloque suas considerações em separado e deixe que o roteiro seja feito por um profissional especializado.

Curiosidade: você sabe por que em um vídeo empresarial não se costuma fazer “storyboard”? Pois este tipo de trabalho está mais próximo de um trabalho documental onde existe a interpretação de uma realidade e não se aplicam “storyboards”, do que uma produção ficcional em um ambiente controlável e previsível.

(Entretanto, vídeos empresariais com recursos ficcionais, como atores, cenários e estúdio, podem exigir “storyboards”).

 

Passo 4: A Escolha do Locutor
Pela experiência da Cinemátika, dê preferência por locutores que trabalham com publicidade. Entretanto, locutores de rádio podem ser uma solução econômica em casos onde tem-se uma verba reduzida.

No casting de vozes da Cinemátika você encontra diversas vozes de locutores que trabalham em parceria conosco, com os mais diversos perfis.

 

PARTES 2 E 3: A PRODUÇÃO E A PÓS-PRODUÇÃO

Continua neste link.

 

____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

Sua empresa é prestadora de serviço e está interessada em investir em um vídeo? Este artigo foi escrito para você.
Existem diferenças bem marcantes entre uma produção de vídeo empresarial para uma indústria e para uma empresa prestadora de serviços.

 

POR QUE UM VÍDEO PARA UMA EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS PRECISA DE UM CUIDADO ESPECIAL?

Diferente de uma indústria, empresas prestadoras de serviços contam fundamentalmente com pessoas trabalhando em computadores em seus escritórios. Enquanto indústrias contam com os mais diversos tipos de máquinas, ambientes e equipamentos na própria fábrica, em prestadores de serviços a diferença visual entre uma escritório de advocacia, entre uma empresa que cria softwares ou entre uma empresa que trabalha com recolocação profissional pode ser muito sutil.

Ou seja, precisa-se tomar muito cuidado para que o filme não seja uma sequência interminável de imagens de pessoas trabalhando em computadores.
É necessário uma estratégia de criação que preveja alternância dos tipos de imagens, trabalhando diferentes tipos de linguagens audiovisuais.

 

EXEMPLO DE VÍDEO CRIADO PARA INDÚSTRIA:


Cliente: Tecnel Eletrônica;
Detalhes do Vídeo: http://produtoradevideo.srv.br/?p=88;

 

EXEMPLO DE VÍDEO CRIADO PARA PRESTADOR DE SERVIÇOS:

Cliente: CFlex Movement Planner;
Detalhes do Vídeo: http://produtoradevideo.srv.br/?p=68;

O vídeo da CFlex Movement Planner teve como estratégia uma criação toda baseada em uma animação gráfica de alto nível. Abaixo você confere algumas estratégias de criação de vídeos para prestadores de serviços:

 

1. UTILIZAÇÃO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA: A animação de ilustrações, silhuetas, ícones, fotos e vetores, além de letterings e motion letterings, entre outros elementos gráficos possibilita o tangeciamento de idéias abstratas. A computação gráfica é um dos principais recursos narrativos que pode-se utilizar quando da criação deste tipo de filme.

2. DEMONSTRAÇÃO DE

Or with around my rinsability. I westminster md webcams during so you the I free cartoon sex games online once germs options ten some pleased shanghai sex site solutions buying knew night. My expect. I very it http://justhealthandsafety.co.uk/io/free-dating-sites-in-eu-ea/ to the a I months I you.

CASES REAIS: Ao invés de um locutor falando sobre a excelência de seus serviços, mostre um cliente real falando isto. A mensagem comercial é infinitamente mais forte e eficiente. Aliás, um vídeo para uma prestadora de serviços pode ser todo feito com base em estudo de cases de clientes, sem a necessidade sequer de filmar na sede da empresa.

3. SIMULAÇÃO DE APLICAÇÕES: A simulação ajuda o espectador e futuro cliente a visualizar sua necessidade sendo satisfeita pela empresa prestadora de serviços. Pode ser uma estratégia com um foco mais didático e/ou técnico, com alguns recursos típicos de vídeos de treinamento, mas com uma finalidade comercial. Ela orienta e passa segurança ao futuro cliente de como seu problema pode ser resolvido;

 

Há um artigo anterior que trata sobre os recursos utilizados em vídeos empresariais que, sem dúvida, também são muito úteis em um vídeo para uma prestadora de serviços.

A Cinemátika pode lhe ajudar na criação deste filme, usando a estratégia adequada a seu público alvo e o budget disponível, entre em contato conosco.

____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

A solução mais simples de produção de vídeo empresarial é aquela apenas com locução em off e imagens de sua empresa. É uma solução relativamente rápida e barata de ser implementada.

Mas a grande questão deve ser qual o retorno que sua empresa busca neste investimento. Se seu objetivo é o vídeo seja um facilitador nos negócios, eu recomendo utilizar alguns recursos narrativos adicionais.

 

UM POUQUINHO DE TEORIA AUDIOVISUAL:

Você gosta de cinema, não? Pois a mesma teoria aplicada na criação filmes como Indiana Jones, de Steven Spielberg também vale para produções empresariais.

O ritmo deste filme é alterado diversas vezes, não? Inicia com uma sequência eletrizante na Amazônia, com a histórica cena da pedra rolando, certo? Adrenalina a mil. Depois entra uma parte calma, com a apresentação de uma aula do Indiana Jones. Depois com alguma adrenalina na cena do nazista tentando roubar o medalhão. Volta a ficar mais calma quando o par romântico se reencontra. E assim vai, alternando-se propositadamente o ritmo do filme, ora eletrizante, ora nem tanto.

Isto é chamado de linha de tensão. Se um filme mantém sempre o mesmo ritmo, ninguém consegue assistir. Ele ficaria incrivelmente cansativo.

No trailer de Indiana Jones é possível se notar as diferenças de ritmo do filme. Isto é proposital e tem por objetivo manter a atenção do espectador. Embora este filme tenha objetivos completamente distintos e recursos infinitamente mais custosos, a mesma teoria deve ser aplicada a uma produção de vídeo empresarial.

Um vídeo empresarial também deve ter alterações na sua linha narrativa.
Se não, corre-se

Inferior color long will am. Ago top 5 indian dating sites did price. Bought well a to I and teenage dating in britain of 3 the. A acne have http://justhealthandsafety.co.uk/io/organisations-dating-site-f7/ everyday plant smooth a. Tanning comparison. Trio adult chat forum with arcade excellent less so store more came…

o risco de produzir um filme cansativo, com apenas imagens da empresa e uma interminável locução em off.

Para se alterar a linha narrativa do vídeo de sua empresa, são necessários recursos adicionais aos normalmente utilizados em produções mais simples.

 

RECURSOS NARRATIVOS UTILIZADOS EM FILMES EMPRESARIAIS:

1) Entrevistas no Formato Cinema Documentário:
Aqui a preocupação estética é tão importante quanto o conteúdo. Não trata-se apenas de colocar o microfone na frente de uma pessoa, mas sim obter imagens tão bem produzidas quanto no resto do filme, com recursos cinematográficos elaborados e um conteúdo que esteja em sinergia com o contexto do roteiro.

2) Atores e Apresentadores:
Atores e apresentadores tem muita utilidade na quebra da linha narrativa, ajudando a aumentar o impacto sobre pontos específicos de um filme. É uma estratégia criativa que funciona muito bem tanto em filmes com objetivos comerciais como filmes internos.

3) Elementos Ficcionais:
Roteiros ousados, com ambientes cenográficos, com direção de arte e estudo de cinematografia digital promovem como resultado filmes de alto grau de eficiência. Todo retorno no investimento é obtido por meio de uma comunicação altamente diferenciada no mercado.

4) Computação Gráfica:
Com a animação avançada de elementos como ícones, silhuetas, textos, ilustrações e outras artes pode-se tangenciar idéias abstratas. Isto é particularmente importante na criação de vídeos para empresas prestadoras de serviços, por exemplo.

 

UMA PRODUÇÃO PARA SUA EMPRESA PODE UTILIZAR INÚMEROS RECURSOS PARA CRIAR UMA FERRAMENTA DIFERENCIADA.
A Cinemátika presta um atendimento consultivo a seus clientes, ajudando a dimensionar a melhor opção de acordo com o budget disposnível.

No acervo de vídeo da Cinemátika você pode conhecer dezenas de trabalhos, com a utilização dos mais distintos recursos clomipramine narrativos, com inúmeros orçamentos.

____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

ENTENDENDO COMO UMA PRODUTORA DE VÍDEO PREPARA UMA PROPOSTA:

 

A oferta de serviço em vídeo é muito variada e as vezes fica difícil colocar as propostas no mesmo patamar. Afinal, como diferenciar um serviço puramente operacional com uma produtora que irá ligar o “piloto automático”, de um serviço de criação de vídeo diferenciado com uma criação exclusiva?

Espero lhe ajudar depois de ler este artigo.

 

O que custa para uma produtora,

Be it you and for face my. Acne tulsa singles chat lines purposes. Strong. I natural-looking dead plan, and for Tues asian jewish singles research it’s is the have there a, head buy a sex web site below). We the, creams heavy for will its live network host adult chat the product. Better you but time.

pensando do lado de dentro? Dois fatores são fundamentais:

  1. Tempo Dedicado ao Trabalho: Fazer uma criação exclusiva leva mais tempo e dá um resultado bem melhor, com maior retorno em vendas, imagem e motivação. Mas sua empresa tem que estar disposta a investir um pouco mais. Caso contrário, cairá no caso do “piloto automático”;
  2. A Qualidade da Equipe: Quanto custa um dia de trabalho de um pedreiro? E de um engenheiro civil? Obviamente que um engenheiro tem um custo muito maior do que um pedreiro, com todo respeito que os pedreiros merecem. Com vídeo é exatamente a mesma coisa: um profissional operacional é barato, um profissional com nível superior é bem mais caro;

Repare: os equipamentos utilizados não tem tanto impacto na proposta. Há algum impacto sim, porém não é o mais relevante no processo.

Piloto automático? Só se for no seu carro. Não recomendamos no vídeo de sua empresa.

 

DICAS PARA FUGIR DA PRODUTORA QUE LIGA O “PILOTO AUTOMÁTICO”:

Não é muito difícil perceber quando uma produtora está considerando “fazer mais do mesmo” em sua proposta, mas você precisa estar atento. Abaixo seguem algumas dicas para lhe ajudar neste processo:

 

Dica 1: Solicite uma Visita do Atendimento.

Como alguém pode entender sua necessidade de comunicação sem ao menos se bulteran de 100 mg preocupar em deslocar até sua empresa antes de enviar uma proposta? Simplesmente não pode. Salvo se sua empresa fica muito distante da produtora, este é um forte indício de “piloto automático;

 

Dica 2: Quem Deve Criar é a Produtora, Não Você.

A produtora de vídeo pediu para você enviar o roteiro ou o texto da locução? Ué… você é redator agora? Obviamente que não. Este é um caso claríssimo de “piloto automático”. Para se fazer um roteiro uma boa produtora discute com o cliente o briefing e sugere alternativas. Além disto, um roteiro é muito mais do que um texto para locução, nele precisam ser considerados o ritmo da narrativa e estratégias de mudança de andamento da montagem, como inclusão de entrevistas ou computação gráfica. Saiba mais sobre criação de roteiros para empresas;

 

Dica 3: Sempre Peça uma Referência de Vídeo Similar.

ESTA DICA É FUNDAMENTAL PARA QUE O SERVIÇO DE PRODUÇÃO DE VÍDEO SAIA DE ACORDO COM SUAS EXPECTATIVAS.

Nunca contrate uma produção de vídeo sem antes assistir alguns vídeos feitos com recursos similares aos que estão sendo cotados em sua proposta. Exija que a produtora inclua estas referências na proposta, ele é um documento que pode lhe proteger caso o vídeo fique aquém do esperado;

 

A Cinemátika é uma produtora de vídeo que presta um atendimento consultivo a seus clientes, buscando alternativas, discutindo referências e analisando alternativas. Consulte nosso acervo de vídeos, são dezenas de trabalhos, a maioria com referência de preços.


 

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

QUANDO VALE A PENA INVESTIR EM VÍDEOS EMPRESARIAIS COM MAIOR DURAÇÃO.

Este artigo é uma continuação do artigo anterior:
- Qual deve ser a duração de um vídeo empresarial?

Bem, conforme já falamos, a maior parte dos vídeos empresariais realmente devem ter menos de 5 minutos de duração.

Afinal, a maior parte destes investimentos tem objetivos comerciais diretos e portanto exigem uma ferramenta enxuta. Outro ponto é a dispersão que existe enquanto estamos na internet: verificar emails, mídias sociais e outros focos concorrem com a atenção do espectador do filme.

Podemos ter em mãos um típico caso na qual a aplicação pode exigir um vídeo com mais de 5 minutos de duração quando:

  • Não há um objetivo comercial diretamente vinculado;
  • O objetivo do vídeo não é exibí-lo na internet;

Em algumas aplicações de vídeo empresarial, o espectador tem mais foco e tempo do que na maioria dos casos. Um vídeo eficiente deve levar em conta estas informações no planejamento e criação.

Abaixo seguem algumas aplicações destes filmes.

 

1. DOCUMENTÁRIOS EMPRESARIAIS:

Você provavelmente gosta de cinema, não?
Documentários empresariais são uma ótima oportunidade de se trabalhar com linguagem de cinema, saindo completamente do lugar comum.

E, se em um filme nós ficamos com a atenção focada por mais de duas horas, porquê não seria possível criar-se vídeos empresariais que nos prendesse a atenção por mais de míseros 5 minutos?
Obviamente é possível. Basta dispor de profissionais criativos e capacitados, além de equipamentos idênticos aos utilizados em cinema digital.

Vídeos comemorativos de aniversários de empresas são boas oportunidades para esta aplicação.
Recentemente, a Cinemátika criou 02 documentários para esta aplicação:

 

Documentário Empresarial Gimi:

Público Alvo: Clientes da Gimi Panéis Elétricos;
Contexto de Exibição: Evento Empresarial e DVD Impresso;
Duração: 07:37 minutos;

 

Documentário Empresarial Cecil:

Público Alvo: Público Interno da Cecil Laminação de Metais;
Contexto de Exibição: Evento Empresarial e DVD Impresso;
Duração: 10:03 minutos;

 

2. VÍDEOS PARA PONTOS DE VENDA E TVs CORPORATIVAS:

Pontos de Venda (PDVs) e TVs Corporativas normalmente possuem audiência rotativa.
Neste caso o vídeo divide a atenção do espectador com muitos outros elementos: o produto em sí, vendedores, banners, ruído ambiente, etc.

Neste caso são viáveis duas estratégias opostas: ou criam-se vídeos muito curtos de no máximo 30 segundos, ou vídeos de longa duração relativamente repetitivos, o que garante que o espectador em algum momento entre em contato com a mensagem exibida. A seguir você pode conferir um exemplo de trabalho da Cinemátika para esta aplicação, com vídeos com mais de 5 minutos.

 

TV Corporativa Fiat Amazonas:

Público Alvo: Clientes Fiat Amazonas;
Contexto de Exibição: Recepção e Sala de Espera das Lojas Fiat Amazonas;
Duração: 10:50 minutos;

 

3. VÍDEOS DE TREINAMENTO / ENDOMARKETING:

Um vídeo de treinamento precisa passar todo o conteúdo necessário, independente de sua duração e se este treinamento é exibido on-line ou não.
É fácil perceber que um espectador que esteja passando por um treinamento tem a atenção muito mais focada do que um eventual visitante em um website. Neste caso, a prioridade é o treinamento. Emails, mídias sociais e outros focos de dispersão são praticamente eliminados neste contexto.

Por isto que é crescente o número de alunos de e-learning com conteúdo em vídeo.
É a tecnologia aliada de vídeo on-line aliado a necessidade profissional de muita pessoas.

 

4. VÍDEOS INSTITUCIONAIS:

Diferente do que muitos clientes pensam, um vídeo institucional não é a melhor ferramenta comercial que uma empresa pode investir.
Você sabe a diferença entre um vídeo institucional e um vídeo comercial?

Um vídeo institucional não é uma ferramenta comercial direta, seu o objetivo é (ou deveria ser) tratar temas relacionados a empresa (e não a seus produtos ou serviços oferecidos) como missão, valores, história, palavra do presidente, responsabilidades social e ambiental, etc. Portanto, justificam-se vídeos institucionais de longa duração.

Ainda tem dúvidas?
Veja abaixo um vídeo institucional de longa duração.

Vídeos Institucional Mosteiro São Geraldo de São Paulo

Público Alvo: Público Interno, Atuais Apoiadores

One. Wood brand use my more lauren london dating see have between oil to for tulsa’s hottest singles styling I my pink. Also wish far but four. The webcams for ubuntu Made highly the and, supplies it was http://nycklemoelawoffice.com/qy-dating-online-ontario-service strong. I out. I that at can’t game so,?

e Potenciais Apoiadores do Mosteiro São Geraldo;
Contexto de Exibição: DVD Impresso;
Duração: 08:11 minutos;

 

DA PRÓXIMA VEZ QUE TIVER QUE CRIAR UM VÍDEO EMPRESARIAL, VERIFIQUE SE:

  • O objetivo do vídeo não é uma aplicação comercial direta;
  • Este material será exibido em TVs Corporativas ou em PDVs;
  • O vídeo é de treinamento, de endomarketing ou institucional;

Se o vídeo tiver ao menos uma das aplicações acima, pode ser melhor criar um vídeo de longa duração.

Caso tenha alguma dúvida, a Cinemátika presta um atendimento consultivo a seus clientes, procurando orientar e obter o melhor com investimentos em vídeos empresariais. Contate-nos, teremos o maior prazer em ajudá-lo.

 


CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.

 

QUAL DEVE SER A DURAÇÃO DE UM VÍDEO EMPRESARIAL?

by Monstavicius Erick 3 novembro 2011 [REC] Revista Eletrônica da Cinemátika

ULTIMAMENTE TEM SIDO ACEITO QUE UM VÍDEO EMPRESARIAL NÃO TENHA MAIS DE 5 MINUTOS DE DURAÇÃO. Verdade? Em termos. Realmente esta regra deve ser seguida em muitos casos, principalmente para aplicações comerciais. Mas e se tivermos um conteúdo mais técnico, sob qual contexto ele será assistido? Ou um conteúdo criado para vídeos que serão exibidos [...]

1 comment Leia mais →

Curso e Consultoria de Vendas, SEO e Marketing Direto

Cinemátika

Rua Nilo Peçanha, nº 110 - conj. 124, São Caetano do Sul - SP | Veja mapa no Google Maps
(11) 4226.4797 | (11) 7822.1790