COMO FAZER UM VÍDEO INSTITUCIONAL OU EMPRESARIAL

MAIS DO QUE UM SIMPLES TUTORIAL DE INTERNET
Diferente de muitos tutoriais de internet baseados em experiências pessoais, neste artigo fiz uma pesquisa usando conceitos acadêmicos tanto de gestão de projetos como de produção audiovisual.

Ele será muito útil tanto para a produtora de vídeo que busca fazer um melhor trabalho como para a empresa contratante que necessita gerenciar a produção de um vídeo.

 

O QUE É UM PROJETO AUDIOVISUAL EM UMA EMPRESA?

Um vídeo institucional ou empresarial deve ser entendido como um projeto dentro da empresa. Um projeto, por definição, é uma atividade desenvolvida em um determinado tempo para se obter um resultado único. No nosso caso, este “resultado único” é o vídeo.

Vamos juntar dois conceitos: de um lado a prática de produção audiovisual, definida em pré-produção, produção e finalização, e por outro lado a metodologia de gestão de projetos empresariais.

 

PARTE 1 -- O PLANEJAMENTO E A CRIAÇÃO

Antes do início do processo audiovisual é muito importante que se tenha um plano de marketing.

Um vídeo empresarial hoje em dia tem condições de trazer sozinho muito retorno para as empresas, mas para isto funcionar precisam ser utilizadas as estratégias corretas de vídeo marketing.

Mesmo nos vídeos mais simples e complementares de outras ações, é importante esta análise.

Então o primeiro passo é definir a ação e as estratégias de marketing. Conte com a consultoria de sua produtora de vídeo aqui se for necessário, as boas produtoras tem experiência nesta área.

Com a ação de marketing definida o próximo passo é o briefing, que trata-se de prover os responsáveis pela criação com todas as informações necessárias. Neste ponto é muito importante um estudo de referências de outros vídeos, similares aos que serão criados.

Estes dois primeiros passos não etapas de uma produção audiovisual propriamente dita, mas são fundamentais para o sucesso do vídeo.

O próximo passo é a criação do roteiro. Neste ponto entramos no escopo tradicional de produção audiovisual.

Leia atentamente ao roteiro proposto, ele é a base do vídeo. Assim como um engenheiro precisa de um projeto para construir um prédio, o roteiro é o projeto do filme.

Peça que sejam feitas as alterações que forem necessárias, o próximo passo só pode ser dado quando o roteiro estiver aprovado.

Com o roteiro aprovado terminamos a primeira parte do projeto relacionada ao planejamento e criação.

 

PARTE 2 -- A PRODUÇÃO

Com o roteiro pronto em mãos, nós damos início ao processo de produção.

É feita uma análise técnica do roteiro para sabermos o que será necessário para gravação das imagens desejadas. Esta análise é muito útil mesmo em casos de vídeos mais simples, com imagens de uma fábrica.

Por exemplo, pode ser que o roteiro faça referência a um EPI específico. Portanto, no dia de gravação, a equipe responsável pela produção precisará garantir que teremos este EPI específico para aparecer no vídeo. É para isto que serve a análise técnica de um roteiro.

Com a análise técnica pronta podemos organizar a diária de gravação das imagens. Embora seja de responsabilidade da produtora de vídeo a análise técnica, muitas das responsabilidades no dia de gravação é do cliente, como saber a agenda de um diretor que será entrevistado ou se os funcionários estão com os uniformes limpos.

Paralelamente a gravação de imagens, também iniciamos a gravação da locução. Com o roteiro aprovado a chance de regravação é mínima. Lembre-se: cada regravação que for de responsabilidade do cliente, por menor que seja, terá um custo extra.

Outras etapas podem ser adicionadas na produção, dependendo da complexidade da produção em vídeo, como escolha de casting caso se tenha atores no filme e pesquisa e produção de locação caso se tenha gravações em locais que não sejam nas dependências da empresa. Abaixo você confere um exemplo de vídeo institucional onde foi necessário produzir casting e definir locações:

Exemplo de vídeo institucional com atores e locações (job COBRECOM):

 

PARTE 3 -- A FINALIZAÇÃO OU PÓS-PRODUÇÃO

A pós-produção se dá início com a decupagem, ou seja, é quando é feita a análise e seleção do material gravado, de acordo com o roteiro e as orientações do diretor.
Na decupagem o diretor orienta quais takes devem entrar no filme, e quais não. Em seguida iniciamos dois processos parelelos que usarão o material selecionado na decupagem.

Por um lado iremos criar a computação gráfica com base na identidade visual do cliente e nas referências levantadas durante o planejamento.

Paralelamente a computação gráfica, já também avançamos na trilha sonora e nos efeitos sonoros a serem utilizados. Hoje em dia é comum o uso de usadas trilhas sonoras royalte-free, que, diferente do que se possa pensar, apenas uma pequena parte são totalmente gratuitas.
É muito importante a aprovação do cliente nesta etapa. Ela pode ser feita enviando pequenos trechos com a computação gráfica e com as trilhas sugeridas.

Depois de definidas a arte gráfica e a trilha, estamos perto do fim deste projeto.

O processo de montagem final é parecido com o de um enorme quebra-cabeças. Precisamos juntar as imagens gravadas, com a locução, com a trilha sonora, incluir elementos de computação gráfica… neste momento vale a experiência do montador final.

Juntar todos estes elementos, dando os pontos de inflexão corretos, mantendo o ritmo do filme e prendendo a atenção do espectador não é uma tarefa fácil. Mas se todo o planejamento foi feito corretamente, é certeza que o resultado atenderá aos objetivos.

 

Clique na figura abaixo e baixe um PDF com um fluxograma que complementa este assunto:

Analisando todos os passos, temos 11 etapas que precisam ser trabalhadas até que se chegue ao final deste projeto audiovisual. Isto porque este fluxograma está considerando uma produção simples. Conforme já comentei, se no seu caso houver seleção de casting, viagens para outras cidades, criação de personagens animados ou outros recursos, o fluxograma ganha mais elementos.

 
____________________________________________________________________________
CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

 

O que você precisa?
Saber o passo a passo na criação de um vídeo empresarial.
Conhecer os trabalhos da Cinemátika.
Solicitar contato para visita ou orçamento.