PASSO A PASSO PARA CRIAR UM VÍDEO INSTITUCIONAL (Parte 1)

Uma das perguntas mais comuns que encontro em reuniões é:
COMO FAZER UM VÍDEO INSTITUCIONAL?

Afinal, produzir um vídeo empresarial ou institucional não é das tarefas mais corriqueiras dentro de uma empresa. É natural que surjam dúvidas nos profissionais que tem a responsabilidade de gerenciar este investimento.

Você ainda não fechou com sua produtora de vídeo?
Leia então um artigo sobre Dicas ao se Contratar uma Produtora de Vídeo.

 

FOI FECHADA A PRODUÇÃO DE UM VÍDEO EMPRESARIAL, E AGORA?
Bem, para que o projeto de vídeo empresarial de sua empresa saia conforme desejado é necessário um acompanhamento próximo, de modo a contribuir para a criação. Abaixo seguem os passos que irão lhe ajudar neste processo.

 

ENTENDENDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO:

Uma obra audiovisual é realizada em 03 etapas distintas:

  • Pré-Produção: É a parte do planejamento da execução das tarefas e é muito importante a presença do contratante. As principais atividades desenvolvidas nesta etapa são: escolha de referências, criação de roteiro, estudo de datas de gravação e a escolha de locutores/apresentadores/atores;
  • Produção: É a gravação das novas imagens. É a execução e solução de atividades técnicas, criativas e operacionais como controle da ordem do dia, transporte de pessoal e equipamentos, direção de atores e não atores e desprodução ao final da diária. A criação da arte gráfica e motion design também podemm ser inclusos nesta etapa;
  • Pós-Produção: É a finalização na ilha de edição. A partir do roteiro criado, a edição junta diversos elementos como locução, trilhas sonoras, artes gráficas e imagens para a finalização do filme. É uma etapa altamente criativa que rende muito mais quando há um roteiro bem criado e uma boa decupagem do material de produção;

Depois de familiarizado em linhas gerais o processo, fica mais fácil entender o passo a passo de uma produção audiovisual empresarial.

 

PARTE 1: A PRÉ-PRODUÇÃO & PLANEJAMENTO
Prazo de Execução: Normalmente entre 07 e 21 dias.

 

Passo 1: Levantamento de Marketing (Público-Alvo, Diferenciais e o Processo de Compra):
Não se pode avançar em uma comunicação empresarial sem antes saber quem irá assistir ao filme (público-alvo), o conteúdo estratégico do filme (diferenciais) e a estratégia de exibição dentro do processo de decisão de compra.

Mesmo em vídeos de exibição interna este levantamento é necessário, com outra abordagem.
Mas é sempre fundamental definir o perfil de quem irá assistir ao filme, porquê irá assistir e a mensagem que queremos que seja passada neste filme.
Em um vídeo de integração, por exemplo, precisamos definir quem irá assistir (novos funcionários ou visitantes?), porquê irá assistir (segurança do trabalho ou política da empresa?) e a mensagem (um vídeo de boas-vindas ou de segurança?).

É comum este planejamento indicar um caminho um pouco diferente do que o cliente inicialmente estava pensando em seguir, depois de uma análise das informações de marketing.

 

Passo 2: Estudo de Referências
Referências são outros filmes que podem ser úteis no processo de criação do vídeo para sua empresa.

Embora a proposta já esteja fechada e portanto definidos os recursos a serem utilizados, podem ser adotadas diferentes estratégias criativas. Converse com sua produtora de vídeo sobre a viabilidade da utilização de diferentes recursos narrativos.

A Cinemátika mantém on-line seu acervo de filmes, com dezenas de trabalhos entregues a seus clientes e que são uma excelente referência de como pode ser o vídeo para sua empresa. Use-o com bom gosto e entre em contato caso necessário.

E o briefing? O briefing é um documento fundamental, porém pressupõe-se que ele já tenha sido feito anteriormente, antes da contratação da produtora de vídeo.

 

Passo 3: Criação do Roteiro
O roteiro será criado com base nas conclusões da análise das informações de marketing e das referências estudadas.

O roteiro é o “projeto do filme” a ser criado, com a previsão dos principais elementos narrativos. É fundamental que você o leia na íntegra com atenção. Veja se ele atende suas necessidades de comunicação.

Este é o momento certo de você fazer suas considerações. Coloque sua opinião e solicite que o roteirista recrie trechos do roteiro, caso necessário. Procure evitar você mesmo reescrever o roteiro, coloque suas considerações em separado e deixe que o roteiro seja feito por um profissional especializado.

“Ah… e o Storyboard?
Um vídeo institucional ou empresarial está mais próximo de um trabalho documental do que um trabalho publicitário com apenas 900 frames. Por isto um “storyboard” não é de grande resultado prático, não temos um ambiente totalmente controlável e previsível pois a finalidade da empresa é o trabalho e não ser um estúdio de gravação. Entretanto, vídeos empresariais com recursos ficcionais, como atores, cenários e estúdio, podem exigir storyboards sim.

 

Passo 4: A Escolha do Locutor
Pela experiência da Cinemátika, dê preferência por locutores que trabalham com publicidade. Entretanto, locutores de rádio podem ser uma solução econômica em casos onde tem-se uma verba reduzida.

No casting de vozes da Cinemátika você encontra diversas vozes de locutores que trabalham em parceria conosco, com os mais diversos perfis.

 

PARTES 2 E 3: A PRODUÇÃO E A PÓS-PRODUÇÃO

Continua neste link.

 

____________________________________________________________________________

CINEMÁTIKA – (11) 4226.4797

O que você precisa?

Saber mais sobre vídeos institucionais e vídeos empresariais.

Conhecer os trabalhos da Cinemátika.

Solicitar contato para visita ou orçamento.